1, Atividade Física, Atletas, Atletismo, AVC, Área da Saúde, Bem estar, Biomecânica, Coluna Vertebral, Corpo, Derrame, Dor, Esporte de Alto Rendimento, Exercícios, Fisioterapia, Fisioterapia Esportiva, Fisioterapia Neurológica, Fotos, Idoso, Inflamação, Medicina, Medicina Esportiva, Neurologia, Osteopatia, Pesquisas, Qualidade de vida, Reabilitação, Reabilitação Neurológica, Saúde, Saúde do Idoso, Terapia Manual, terapias Manuales, Vídeos

O que é Osteopatia?


Siga Instagram http://bit.ly/2F3GyxV

Segundo Jean Pierre Barral:

” Nossa hipótese de trabalho é a seguinte: em situação fisiológica um órgão com boa saúde é móvel graças as serosas que o envolvem, as fáscias, os ligamentos e outros tecidos flexiveis e vivos que o relacionam com o resto do organismo: se desliza, se agita, vive, vibra, palpita, funciona em seu meio. Toda perda de mobilidade, fixação, aderência a outra estrutura tão ínfima como ela, condiciona a patologia do órgão a uma modificação de seus movimentos, que repedidos milhões de vezes levará a importantes trocas em sua imensa cadeia de contiguidade. Não poderiamos então melhorar devolvendo-lhe sua mobilidade através de manipulações?”

” O Osteopata é um mecânico, no sentido correto do termo, é um “micro-mecânico”.

História da Osteopatia:

A Osteopatia é uma medicina recente criada nos Estados Unidos pelo médico americano Andrew Taylor Still. Still se tornou médico muito jovem. Sofria de fortes enxaquecas e náuseas, que aliviava quando apoiava sua nuca em uma corda estentida entre duas árvores. Se tornou cirurgião e trabalhou como tal na guerra de Secessão. É nesse período que ele se questiona sobre sua impotência para aliviar os feridos de guerra. Após a guerra resolveu estudar profundamente Anatomia e Fisiologia para entender melhor o funcionamento do corpo humano.

Em 1864, uma epidemia de Meningite matou vários de seus pacientes e três de seus filhos. Após isto, curou uma criança que apresentava Desinteria, que na época era incurável, só com as mãos. Foi a primeira vez que Still colocou em prática suas observações anteriores. Decidiu então estudar anatomia in vivo e não nos livros que ele já dominara. Após, determinou os quatro princípios fundamentais da Osteopatia, são eles:

A estrutura determina a função – A estrutura é na verdade todos os tecidos corporais: Ossos, pele, fáscias, glândulas, vísceras, músculos, articulações, etc. Toda a estrutura é indivisível, ou seja, um todo. A função é o funcionamento da estrutura, ou seja, todos os tecidos corporais. A Patologia não pode se instalar se “o todo” estiver harmônico. Então a desarmonia da estrutura facilita as patologias.

A unidade do corpo – O corpo busca o equilíbrio em todos os momentos, chamamos de Homeostasia.

A auto-Cura – Segundo Still, o corpo é capaz de se autocurar. O corpo tem em sí todos os meios necessários para evitar ou eliminar doenças, porém tem que estar em harmonia para funcionar corretamente. A Osteopatia coloca os tecidos em harmonia para que o próprio organismo possa se autocurar.

A Regra da Artéria é absoluta – O sangue é o meio de transporte de todos os elementos de nosso corpo, assegurando uma imunidade natural. Sua perturbação afetará a uma deficiencia em determinadas regiões do corpo, como consequência o retorno venoso será mais lento, provocando acúmulo de toxinas e debilidade desta região.

Em 1917, aos 90 anos, Morre Andrew Taylor Still. Em 1892 já tinha criado a American School of Osteopaty, e principalmente, a “semente da Osteopatia” foi plantada e seus discípulos a disseminaram pelo mundo.

O que significa o termo Osteopatia?

Osteopatia etmologicamente origina-se do Grego Osteon (osso) e Phatos (efeitos vindo do interior). A Osteopatia é então um termo correto que significa a influência da doença, suas causas e seus tratamentos manuais, e, não como se pensa, uma patologia do osso.

Quais as bases da Osteopatia?

Ela está baseada na Anatomia, Fisiologia e na Semiologia. O tratamento se baseia num detalhado exame clínico, um aprofundado diagnóstico e um tratamento direcionado e suave sobre as estruturas em “disfunção”.

Quando procurar a Osteopatia?

Normalmente a consulta ao Osteopata é normalmente após quadro um álgico(dor), mas a prevenção vem sendo praticada pela Osteopatia com ótimos resultados.

Quais as indicações do Tratamento Osteopático?

Na verdade, são inúmeras as indicações do tratamento osteopático, exceto tumores e patologias neurológicas graves. As patologias mais frequentes que chegam ao profissional Osteopata são referentes a coluna vertebral, mas a atuação é muito mais ampla. Exemplos onde a Osteopatia tem ótimos resultados:

– Hérnias de disco e Protusões discais;

– Tendinites (no corpo inteiro);

-Todos os tipos de dores na coluna (Lombalgia, Ciática, Cérvicobraquialgia, Dorsalgia, Escoliose, hipercifose, hiperlordose, Coccigodíneas, etc);

– Entorses de repetição;

– Alterações Posturais;

– Pubialgia;

– Cefaléias e Enxaquecas;

– Refluxo gastro esofágico, Hérnia de hiato, Ptose, Constipação;

– Rinites;

– Zumbidos;

– Cólicas Menstruais, Prostatites, Cistites;

– Etc…

Como é o atendimento de Osteopatia?

O atendimento se inicia com uma criteriosa avaliação que dará ao Osteopata os parâmetros necessários para o tratamento.

A consulta dura basicamente 50 a 60 minutos, com algumas excessões. Normalmente o atendimento se realiza em intervalos de 15 dias.

Em todo o tratamento somente as mãos do osteopata são utilizadas,ou seja, não tem nenhum tipo de remédio. É o mais natural possível.

E os Resultados?

Os resultados costumam ser fantásticos e a aparecer logo no primeiro atendimento. Melhoram dia a dia, dependendo é claro, da patologia e dos parâmetros colhidos na avaliação.

Esta é a frase mestre da Osteopatia “Encontre a lesão, fixe-a e deixe o corpo curar-se” – Still.

Frederico Meirelles.

OBS: Trechos tirados do TRATADO DE OSTEOPATIA TEÓRICO E PRÁTICO – Françoais Ricard e Jean-Luc Sallé, 2002. Editora Robe.

Siga o instagram @prof.fredericomeirelles

Anúncios

12 comentários em “O que é Osteopatia?”

  1. Olá,meu filho tem hoje 6 anos e 11 meses, mas nasceu de 27 semanas, está encontrando muitas dificuldades na escola e não consegue ainda escrever tem dificuldades com a motricidade fina,já fiz várias avaliações, de ressonâncias magnéticas do cérebro e fiz o teste do X frágil que deu negativo, posso ter resultados fazendo tratamento com osteopatia???
    Att,adriana

  2. Oi minha mãe tem hérnia de disco e o médico disse que no caso dela a unica solução é a cirurgia, estamos mto preocupados com o quadro, faz mais de 30 dias que esta de cama e não pode tomar anti inflamatório pq tem 60% do rim que já secou gostaria de saber se nesse caso a osteopatia lhe serviria?
    Desde já mto obrigada pela anteção

  3. bem, desde 2004 faço tratamento para depressão, em 2005 fui diagnosticada com depressão Bipolar, tomo medicamentos, para a depressão, para estabizar o humor e tbem para dormir, estou cansada de td isso e agora estou em crise novamente, estou buscando algo que possa me curar, pois diz os psiquiatras que não tem cura, porem com medicamentos q tomo pode-se controlar, mas hj vejo q isso tem que ter outra alternativa, não nasci assim, preciso de ajuda, e quem sabe nessa area de osteopata haja alguem que se preocupou com a doença depressão e exista algo, espero resposta. E obrigada!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s